Sem título-1-02.png
Sem título-1_Prancheta 1.png
1/5
elementos-03.png

Quem nunca parou para contemplar um ipê florido no meio da cidade?

 

Ferreira Gullar dizia que o poema nasce de um espanto. Assim nasce esta coleção:

O ipê floresce depois de um dia seco, na estação mais improvável do ano e dura poucos dias.

Trouxemos então a mistura de cidade e florada, um prolongamento dessa sensação boa de se surpreender com a natureza.

A poesia sobre o concreto.

flores ipe-06.png

 IPÊCONCRETO

 coleção 

flores ipe-05.png